pessoas incríveis
A tangoterapia de Maria Eugênia Cuyás
A argentina, professora de dança de 63 anos, inventou a tangoterapia, que ajuda pessoas com depressão e Alzheimer
- A A +

André Gravatá
Vida Simples - 01/12/2012
Leia também

01/12/2012 | Pessoas incríveis

O estilo de dança pelo qual Maria se apaixonou é o mais famoso em seu país: o tango. A fluidez, os movimentos precisos e carregados de poesia, formam a essência do trabalho de Cuyás, que é professora de dança e também terapeuta. "Ao dar aulas de tango, observei que a dança é um instrumento singular para expandir o campo de consciência das pessoas, então minhas duas vocações passaram a se juntar dentro de mim e, emseguida, elas foram colocadas em prática na tangoterapia", conta.

A ideia nasceu não somente dela, mas também da cabeça de outros professores de tango que realizaram a conexão entre a dança e o bem-estar que se experimenta a cada passo. Pessoas com depressão, mal de Alzheimer e Parkinson, por exemplo, têm se beneficiado com os efeitos da tangoterapia. "Estou muito feliz por ter encontrado essa integração entre olado pessoal e o profissional, em uma atividade que faz muito bem para os outros."

Cuyastango